Para viver no mundo atual com qualidade de vida é preciso ter cada vez mais conhecimentos, respeitar valores e desenvolver atitudes positivas.



Os conhecimentos produzidos pela humanidade ao longo da história são um valioso tesouro que nos permite compreender o mundo, interagir com as pessoas e tomar decisões.

Ler, observar, registrar, analisar, comparar, refletir e expressar-se são algumas formas de compartilhar esse tesouro.

Olhar uma pintura é como partir para uma viagem, uma viagem com muitas possibilidades, incluindo o entusiasmo de compartilhar uma visão de uma outra época.

Como em qualquer viagem quanto melhor a preparação, mais gratificante será a expedição.

A melhor maneira de viajar é com um guia que o ajude enquanto você se familiariza com o novo ambiente, e que lhe mostrem coisas que do contrário passariam despercebidas.


Assim é o meu objetivo como Mestre, levar meus alunos a uma maravilhosa viagem ao mundo da ARTE





domingo, 22 de abril de 2012





ROMANTISMO

Principais características destacadas pelos pintores do Romantismo:

  • Liberdade de Criação
  • Valorização das Emoções
  • Amor Platônico
  • Nacionalismo
  • Individualismo
  • História
  • Temas religiosos






O romantismo, que caracterizado pelo pensamento e da existência, também caracterizado pela expressividade, pela originalidade e pela imaginação, o romantismo como movimento de arte e cultura que fez, dede a metade século XVIII e adentrou no século XIX, e que revolucionou o mundo naquela época e criou todo um referente expressivo.

Através do romantismo nós passamos a conhecer de forma mais profunda histórias de emoções intensas, paixões arrebatadores e assuntos fortes que predominaram nessa faze da arte do planeta. Deram a conhecer-se ao mundo personalidade do mundo da cultura como o pintor espanhol Francisco Goya, o francês Ferdinand Victor Eugéne Delacroix, mais conhecido como Delacroix, entre muitos outros incluído a Tomás da Anunciação e Cristiano da Silva.

No Brasil o movimento coincidiu com o movimento da independência política do Brasil em pleno ano de 1822, quando D. Pedro I, o primeiro imperador brasileiro decidiu que o Brasil deveria romper todos os laços com Portugal e deveria levar com suas próprias mãos o destino do Brasil e do povo brasileiro. O próprio imperador poderia considerar-se um representante romântico no sentido mais claro da palavra devido ao seu modo de vida controvertido.
No Brasil do romantismo, um dos escritores brasileiro que mais deu ênfase á beleza e se caracterizou com o movimento foi José d Alencar, através das suas obras com efeitos românticos: “Iracema” e “O Guarani”, onde deixa evidenciado que o índio, o povo natural do país, é idealizado de uma forma que exalta as virtudes e as suas feitorias.
O movimento moveu todas as áreas da arte tal e como conhecemos hoje em dia: Literatura, artes plásticas, pintura, música, teatro…

Podemos considerar como o berço do romantismo três países europeus: Alemanha, Inglaterra e Itália, mas foi na França que o movimento ganhou mais força que em nenhum outro país. Os artistas franceses e seus ideais românticos espalharam-se, primeiro pela Europa e logo se propagaram pelo novo mundo. Na América o romantismo foi recebido de braços abertos e se estendeu pelos países do continente de forma vertiginosa.

Principais Artistas

Francisco Goya - Espanhol  1746 - 1828



Conhecido como "Goya, o Turbulento" e considerado às vezes como "o Shakespeare do pincel"                                    

Retratou vários temas em suas pinturas:
Paisagens, cenas mitológicas, religião, imaginário, guerras,
homens, mulheres, deuses, demônios e feiticeiros.       
Comédia, sátira, tragédia e farsa eram recorrentes em suas obras.
Suas obras de maior destaque foram pinturas a óleo, com cores vivas e   fortes
Transmitiu em suas obras os diversos sentimentos humanos:
 Medo, sofrimento, angústia, felicidade, etc.


                           
                                                                           Obras:

 
Guarda Sol ou Sombrinha Verde




Eugène Delacroix - Francês  1798 - 1863

Suas obras são marcadas pela grande expressão cromática, simbolismo e sentimentalismo.
Abordou temas exóticos, religiosos, cotidianos, políticos e históricos. É considerado o mais importante representante do romantismo francês. Pintor, que como poucos soube sublimar os sentimentos por meio da cor, escreveu:          

"…nem sempre a pintura precisa de um tema"



Obras:

 
Liberdade Guiando o Povo


A Balsa de Medusa


Pintores Brasileiros


Almeida Junior  1850 - 1899
Considerado o primeiro artista brasileiro a retratar o homem em seu cotidiano.
Utilizou o conceito de luz em suas telas de maneira inovadora,
Muitos de seus quadros representam nosso povo. O quadro "Picando Fumo" e "Caipiras Negociando" receberam o prêmio Medalha de Ouro, em Chicago. 

José Ferraz de Almeida Júnior morreu no dia 13 de novembro no ano de 1899, em frente ao Hotel Central de Piracicaba, São Paulo, assassinado por seu primo José de Almeida e marido de Maria Laura, ao descobrir que estava sendo traído.
O Dia do Artista Plástico brasileiro é comemorado a 8 de maio, data de nascimento do pintor.

Obras:

          
Amolação Interrompida


Moça com Livro


Pescando



Pedro Américo  1843 - 1905
Américo foi um dos mais famosos artistas de sua época e é um dos principais nomes da pintura histórica brasileira

Independência ou Morte
       
                   

Victor Meirelles  1832  -  1903  -  Pintor e professor brasileiro
A obra de Victor Meirelles pertence à corrente romântica, mas suas influências foram ecléticas, absorvendo também traços do Barroco e do Neoclassicismo. Foi autor de algumas das mais célebres recriações visuais da história brasileira, que até os dias de hoje permanecem vivas na cultura nacional e são incessantemente reproduzidas em livros escolares.                Foi um dos mais brilhantes egressos da Academia Imperial e um dos primeiros mestres nacionais a receberem reconhecimento no estrangeiro, foi professor de muitos pintores que fariam mais tarde nome por si mesmos, como: Almeida Junior
              
 Dom Pedro II


                                                              A Primeira Missa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário